quarta-feira, 11 de agosto de 2010

TEMPO É VIDA!!!

Correr agora para descansar depois. De que adianta fazer isso se o "depois" está sempre lá na frente?

Não é de hoje que o tempo é um recurso caro e escasso, sem falar no fato de que não pode ser recuperado. Afinal, o que passou, passou. Por isso, aproveitar o tempo da melhor maneira é uma preocupação que todos temos. Gostaria de abordar essa questão de outra óptica, de um jeito que o próprio tempo me ensinou: • Lembre-se de que ser rápido não é ser maleducado. Já reparou que hoje em dia tudo "é para ontem"? Temos tanta pressa que nós costumamos esquecer regras básicas de cordialidade. Tive um chefe que não falava "bom-dia" e se limitava a dizer um "dia!", enquanto passava por todos de cabeça baixa, como se fosse um boi bravo. O ambiente era horrível e, cada vez que alguém era chamado em sua sala, era um drama. Ele acreditava que ganharia tempo se falasse mais rápido. Tais atitudes, com certeza, não aumentavam a produtividade, mas, sim, o estresse de todos. • Não confunda produtividade com rapidez. O grande desafio é aliar qualidade com produtividade. No entanto, muitos acreditam que a produtividade está diretamente relacionada à rapidez e acabam se tornando robozinhos organizacionais. É claro que ser rápido é importante, mas também faz com que diminua nossa sensibilidade em relação à atividade ou ao negócio. A rapidez, principalmente em atividades rotineiras, inibe a criatividade. Pergunte a qualquer um por que executa uma tarefa de determinada maneira e a resposta invariavelmente será: "Porque sempre foi feito assim". Como inovar fazendo o que sempre foi feito e ainda por cima sem saber por quê? • Tempo não é dinheiro, é VIDA!!!. A máxima "tempo é dinheiro" moveu e ainda move gerações. Quem nunca ouviu dizer: "Corra agora para descansar depois?". O problema é que o "depois" nunca chega. Temos de aprender a dar tempo ao trabalho, à família e ao lazer. Quer uma dica para aprender a usar melhor seu tempo? Experimente substituir a palavra "tempo" por "vida". Quando seu filho o chamar para brincar e você disser "Agora não tenho tempo!", diga "Agora não tenho vida!". Com certeza, você vai mudar de ideia.

PAULO ARAÚJO É CONFERENCISTA E AUTOR DE MOTIVAÇÃO – FAÇA A DIFERENÇA (EDITORA EKO), ENTRE OUTROS LIVROS

Nenhum comentário:

Postar um comentário