sexta-feira, 8 de julho de 2011

Novos e veteranos no Prêmio da Música Brasileira

ROBERTA SÁ LEVE 02 PRÊMIOS Por Roberta Pennafort Nascido cem anos atrás e morto há 74, Noel Rosa foi a estrela maior da 22.ª edição do Prêmio da Música Brasileira, ontem, no Teatro Municipal do Rio. Na cerimônia, que será transmitida domingo pela TV Globo, depois do Domingo Maior, sucessos do compositor carioca que chegaram até o século 21, como "Com Que Roupa?", "Palpite Infeliz" e "Feitio de Oração", ganharam velhas e novas vozes, dos sambistas Tantinho da Mangueira e Wilson das Neves, que juntos somam 140 anos, à jovem que ganharia o prêmio de revelação, Luisa Maita, de 29 anos. Roberta Sá também brilhou, levando dois troféus (e vencendo Maria Bethânia): melhor cantora de MPB e melhor CD, Quando o Canto É Reza, com o Trio Madeira Brasil. O bandolinista Hamilton de Holanda ficou com dois também, de solista e CD, Gismontipascoal, com o pianista André Mehmari. "A Bethânia já ganhou o de melhor cantora eterna", brincava Roberta, finda a cerimônia, ao lado do marido, Pedro Luís - premiado, com sua Parede, na abrangente categoria pop/rock/reggae/hip hop/funk. Patrocinada pela Vale, a festa, tão diversa que laureou Emílio Santiago (melhor cantor de MPB), Nelson Freire (CD erudito, Chopin - The Nocturnes), Vitor Ramil (cantor regional), Leny Andrade (CD em língua estrangeira, Alma Mía), Zeca Pagodinho (cantor de samba) e Zezé Di Camargo e Luciano (dupla na categoria canção popular), foi conduzida por Regina Casé e Débora Bloch, ambas em noite pouco inspirada. Foi uma premiação sem grandes injustiças nem surpresas. Uma nota dissonante foi a ausência do Roupa Nova, escolhido melhor grupo na canção popular. Os integrantes, que estão comemorando 30 anos de carreira, já tinham avisado ao diretor do prêmio, José Maurício Machline, que faltariam, chateados por concorrer na categoria. Hoje de madrugada, no entanto, comemoravam a vitória no Twitter (sem mencionar a categoria). Procurados de manhã, preferiram não dar entrevista. As escolhas foram feitas por 20 críticos de música e artistas, que ouviram durante quase um ano 567 CDs e 88 DVDs. http://tribunadonorte.com.br/noticia/novos-e-veteranos-no-premio-da-musica-brasileira/188131

Nenhum comentário:

Postar um comentário