domingo, 11 de setembro de 2011

Festival Mada anuncia atrações como Marcelo Jeneci e Mundo Livre S.A

Publicação: 10 de Setembro de 2011 às 00:53
tamanho do texto A+ A-
Um dos mais antigos festivais de música pop da região, o MADA - Música Alimento da Alma - anuncia sua 12º edição para os dias 7 e 8 de outubro, no mesmo local dos últimos seis anos, a Arena do Imirá, na Via Costeira. Realizado desde 1998, o festival mescla bandas independentes que estão ganhando visibilidade e atrações mais populares. O Mada terá a mesma configuração física dos anos anteriores, com palcos duplos e shows alternados. Feira mix e a tradicional tenda eletrônica, com atrações à parte, também estão na grade. Da nova geração de cantores compositores, o festival confirma Marcelo Jeneci, que estará se apresentando pela primeira vez em Natal. Jeneci acaba de receber o Prêmio Multishow de Melhor Música, "Felicidade", canção que está no elogiado Cd "Feito pra Acabar". Outra novidade no Mada é o lançamento do novo trabalho da banda Mundo Livre SA - "As lendas da tribo Toshi Babaa" - marcando ainda os 20 anos do primeiro manifesto Caranguejos com cérebro, marco zero do movimento Manguebeat. Fred Zero quatro segue novamente a temática social com questões como sustentabilidade, aquecimento global, e a disseminação de cópias de disco pela internet. Sobre esse assunto, a banda publicou novo manifesto, "Quanto vale uma vida", publicado no site www.mundolivresa.com Também está confirmada na programação a banda Natiruts, que já esteve no Mada em 2009. No ano passado, Natiruts fez uma turnê por países da África e aproveitou para gravar o clipe 'Groove Bom', em Cabo Verde, uma das músicas de maior sucesso do disco Raçaman. Das bandas indies, já entraram no 'set list' as potiguares Planant, Pedubreu e AK-47. De Recife vem A Nave, que acaba de lançar EP homônimo com canções como "Vou te pentear", "Pancadão" e "Cafuné". Do Rio de Janeiro a novidade é Tipo Uísque, banda vencedora das seletivas do MADA carioca e uma das revelações de 2010 do rock carioca. De Minas Gerais vem Fusile, que faz uma viagem dançante de indie-rock, ska e influências latinas e jamaicanas, com letras em inglês e espanhol. De São Paulo está confirmado o rock rural/folk da banda Dollar Furado. As influências vão de Neil Young a Lou Reed, passando Johnny Cash, Ennio Morricone e o mundo rural brasileiro oitentista. O Mada 2011 será realizado através da Lei Câmara Cascudo com patrocínio da Cosern/Neoenergia, Governo do Estado e Tim. A partir da próxima semana, o produtor do evento, Jomardo Jomas, disse que os ingressos promocionais começam a ser vendidos nas Lojas Tim e haverá ações nas redes sociais para sorteios e promoções.

Nenhum comentário:

Postar um comentário