quinta-feira, 17 de junho de 2010

INAUGURAÇÃO DO SANTUÁRIO DE SANTA RITA - SANTA CRUZ/RN - BRASIL

JOAQUIMTUR LEVA VOCÊS ATÉ LÁ!!! POR APENAS R$ 30,00,ISSO MESMO!!! RESERVE JÁ SUA VAGA!!! PELOS TELS: (84) 3082-4588/8881-2588/8822-2909

Será no próximo dia 27 de junho que a Cidade de Santa Cruz no traíri potiguar se prepara para a festa de inauguração da mais alta estátua cristã do mundo. No alto do monte, olhando para a cidade e para a região do Trairí, está a imponente obra de cimento armado e de aço – Santa Rita de Cássia, configurando a fé de um povo e o sonho de um administrador entusiasta pelo desenvolvimento. A estátua de Santa Rita de Cássia coloca definitivamente Santa Cruz no mapa turístico do Estado e apresenta-se como garantia permanente de atração para os que visitam o Rio Grande do Norte. Do alto de seus 56 metros, a estátua de Santa Rita supera com folga o Cristo Redentor (38) e a Estátua da Liberdade (44).

O Santuário de Santa Rita de Cássia vai atrair peregrinos de todo o país

“A grande imagem de Santa Rita de Cássia vai colocar, sem dúvida alguma, Santa Cruz na rota do turismo religioso do país”. Esta afirmação é do padre Aerton Sales da Cunha, vigário geral da Arquidiocese de Natal, ex-pároco de Santa Cruz e um dos principais lutadores para a concretização da obra. Existe a grande devoção por Santa Rita no país e nós seremos o único Santuário de porte e tendo uma imagem dessa dimensão. “Tanto é que o nosso bispo, Dom Matias Patrício de Macedo, já reconheceu o Alto de Santa Rita – local onde fica a imagem, como santuário católico”, informa Aerton. Isso significa que a área onde fica a imagem já tem autorização da Igreja para atuar como santuário, para ser um lugar de acolhida de peregrinos. “Estamos oferecendo aos católicos do Brasil um lugar onde os milhares de devotos poderão vir, vivenciar sua fé e pagar suas promessas a Santa Rita. Estamos abrindo as portas da devoção, que sempre esteve presente no Trairi, para o Brasil”, ressalta Aerton Sales.

A estátua de Santa Rita tem 56 metros - 48 metros de estrutura de concreto mais 8 de esplendor. Sua altura equivale a um edifício de 18 andares. É a mais alta estátua cristã do mundo. O projeto de Santa Rita de Cássia foi feito, explica Tomba, sem o intuito de que a estátua viesse a ser mais alta do Brasil ou do mundo, mas que seu tamanho fosse compatível com a altura do monte em que se encontra. “O importante é que não houvesse disparidade entre o tamanho do morro e o da Santa”, completa. Santa Rita segura na mão direita uma Cruz – feita de aço escovado medindo 10 metros de comprimento e pesando 3.600 quilos; e na mão esquerda uma palma – também de aço escovado, medindo 10 metros de comprimento e pesando 3.200 quilos. O esplendor, também de aço escovado, que está em processo de instalação, mede 8 metros de comprimento e pesa 7.300 quilos. Como a Santa Rita estará permanentemente iluminada – durante o dia pela luz do Sol e à noite pelos refletores, tanto a cruz, como a palma, e o esplendor, feitos com aço escovado, brilharão constantemente. Os santuários são muito importantes para a Igreja Católica. O continente latino-americano é marcado pela devoção popular. Em várias partes existem lugares utilizados para peregrinação de fiéis. Esses lugares são usados pela Igreja também para a prática da evangelização. O Santuário de Santa Rita, segundo o padre Aerton, deverá ter divulgação em todo o Brasil e também em níveis internacionais. Quem foi Santa Rita Segundo o padre Aerton Sales, as pessoas que nascem em Santa Cruz já estão, desde o início, envolvidas pela devoção a Santa Rita de Cássia. Santa Rita faz parte da família santacruzense. “Ela chegou antes naquelas terras. O primeiro nome do povoado à margem esquerda do Trairi foi Santa Rita da Cachoeira. É uma devoção que chegou bem antes do próprio desenvolvimento do lugar”, diz Aerton. Santa Rita foi uma mulher italiana, nascida na região da Umbria, em Rocaporena. Filha única de um casal já idoso – Antonio e Amata, que viveu num período de conflitos familiares no século XIV. Sempre foi católica e distante das desavenças entre famílias. Foi feliz no casamento, apesar de seu marido pertencer a uma família envolvida em conflitos. Ela teve dois filhos e seu marido foi assassinado por membros da família inimiga. Entretanto, Santa Rita perdoou os assassinos e insistiu para que os filhos não seguissem em busca da vingança. Quando seus filhos morreram vitimados por uma peste na região, Santa Rita realizou o sonho antigo de ser freira. Lutou muito para entrar para o convento, já que não aceitavam viúvas. Foi freira até o fim da vida, aos 73 anos, e buscou sempre praticar a caridade. Santa Rita viveu todas as fases da vida: criança, jovem, casada, mãe, viúva e freira. Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas, publicada pela Veja, mostrou que Santa Rita é a quinta devoção no país. De mulher, só está atrás de nossa Senhora Aparecida que é a padroeira do Brasil. Padre Aerton Sales da Cunha é filho de Arês. Tem 38 anos de idade, 12 de sacerdócio, foi pároco de Santa Cruz de 2003 ao ano de 2009, e atualmente é o vigário geral da arquidiocese de Natal.

*Matéria na íntegra na Revista Foco desta semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário