sábado, 21 de maio de 2011

Chuva de Bala comemora 10 anos e repagina evento

O espetáculo teatral "Chuva de Bala no País de Mossoró" chega aos 10 anos e será encenado com nova roupagem este ano, durante os festejos juninos. O ator e diretor João Marcelino informou que o texto, escrito pelo poeta e dramaturgo mossoroense Tarcísio Gurgel, receberá trechos do original que não haviam sido utilizados anteriormente. A música continua sendo obra de Danilo Guanais, mas em vez do estilo Pop que marcava o ritmo do espetáculo, surge algo mais nordestino: forró, baião e xaxado. Uma parceria que envolve o engenheiro de som Eduardo Pinheiro. A coreografia e o figurino também serão modificados. O bailarino e coreógrafo Hikaroo Mendonça assinará as mudanças vislumbradas por João Marcelino, que aposta em novos desenhos coreógrafos para incrementar cenas com um padrão de beleza diferente das edições anteriores. O artista Marcos Leonardo assumiu a idealização e criação dos figurinos. Leonardo fez uma pesquisa no vestuário da década de 1920 para incrementar a roupa de todas as personagens, o que resultará em uma apresentação voltada mais para o Nordeste brasileiro. O elenco do "Chuva de Bala" é formado por 60 atores, atrizes, bailarinos e bailarinas, dos quais a maioria é novo participante. O espetáculo conta ainda com a participação de 20 crianças do projeto PETI como "Os meninos do Algodão Doce". E mais ainda atores, atrizes, bailarinos, bailarinas e capoeiristas que interpretarão o Bando de Lampião, os Heróis da Resistência, as Heróicas Mulheres mossoroenses e as Penitentes da procissão das Viúvas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário