domingo, 25 de setembro de 2011

JOAQUIMTUR DIZ: Grandes chefs brasileiros discutem Câmara Cascudo e celebram a “História da Alimentação no Brasil”

A cozinha brasileira registrada pelo folclorista, pesquisador, etnógrafo e historiador Câmara Cascudo será o tema de seminário em São Paulo

Não gente, não é em Natal, infelizmente. Mas bem que poderia ter sido o tema do Festival Gastronômico no Agosto da Alegria…

Este será em São Paulo, entre 14 de outubro e 1º de dezembro, no SESC Carmo, com o tema “Pitadas de Sabores e Alimentos do Brasil”, que celebra a obra “História da Alimentação no Brasil”, de Luís Câmara Cascudo (1898-1986).

A programação busca evidenciar as características da formação da cozinha nacional com base nesse livro – considerado essencial para o entendimento da cultura alimentícia do país a partir das influências portuguesa, indígena e africana.

O Sesc Carmo, local que sedia o evento, fica na Rua do Carmo, 147 - Metrô Sé, São Paulo. Os ingressos custam R$ 5,00 a R$ 20,00. Informe pelo 011 3111-7000.

OS ENCONTROS

Em oito encontros, tutelados por chefs renomados e profissionais gabaritados, o público será convidado a conhecer os aspectos históricos, culturais e sociais encontrados por Cascudo durante o desenvolvimento de “História da Alimentação no Brasil”.

Serão bate-papos, degustações e apresentações com ênfase nos gostos, cheiros, toques, estéticas e sonoridades ligadas às particularidades do universo da alimentação brasileira.

Na abertura, sexta-feira, dia 14 de outubro, às 19h, a chef Carla Pernambuco, proprietária do restaurante Carlota, conduz “Juntando a Fome Com a Vontade de Comer”. Ela criará um prato baseado em “História da Alimentação no Brasil”, com ingredientes das culinárias indígena, portuguesa e africana. Antes, o especialista Pedro Vicente Costa Sobrinho, membro da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, e Daliana Cascudo, neta do autor, abordam as peculiaridades da obra de Cascudo.

Na semana seguinte, quinta-feira, dia 20, às 19h, é a vez de “Banquete dos Orixás”. A proposta é evidenciar a contribuição africana na formação da cozinha brasileira, tanto na utilização de ingredientes e modos de preparo quanto na criação de mitos e crendices.

A chef Tereza Paim, proprietária do restaurante Terreiro da Bahia, apresentará um prato elaborado com azeite de dendê e outros elementos africanos. Reginaldo Prandi contextualizará as influências africanas na alimentação brasileira.

Na quinta-feira, dia 27, às 19h, ocorre “Caciques do Brasil”. O professor de História da Gastronomia na Universidade Anhembi-Morumbi e Doutor em História, Ricardo Maranhão, aborda as influências indígenas na alimentação brasileira.

Um prato típico será elaborado e oferecido para degustação pelo Chef Ofir Oliveira, organizador do Festival Gastronômico Sabor Selvagem da Amazônia, que atua há mais de duas décadas na divulgação, valorização e resgate da culinária da Amazônia, a qual tem origem indígena com forte influência africana.

Em novembro, a programação tem início no dia 03, às 19h, com “Ora Pois!”. A historiadora Wanessa Asfora fala sobre a influência de alimentos portugueses no país. O nome do chef ainda não está confirmado.

Na quinta-feira, dia 10 de novembro, às 19h, é a vez de “Baião-de-Todos”. Paula Pinto e Silva, mestre e doutora em antropologia social pela USP e autora de “Farinha, Feijão e Carne Seca – Um Tripé Culinário no Brasil Colonial, fala sobre esses alimentos populares.

Já o chef Rodrigo Oliveira, do aclamado restaurante de comida nordestina Cozinha do Mocotó, criará um prato com farinha, feijão e carne seca.

Em “Rapadura é Doce, Mas Não é Mole Não”, dia 17, às 19h, André Boccato, jornalista especializado em gastronomia, professor de Antropologia da Alimentação na Universidade Estácio de Sá em São Paulo, falará sobre a alimentação no Brasil colônia, quando o país sofreu profundas transformações com a chegada do açúcar.

Morena Leite, formada pela Le Cordon Bleu em Paris e proprietária do restaurante Capim Santo em São Paulo, fará um prato com ênfase no ingrediente açúcar.

Na quinta-feira, dia 24 de novembro, às 18h, Daniela Narciso e Adriana Lucena — representando o Rio Grande do Norte — participam do encontro “Pimenta na Panela dos Outros é Tempero”.

A primeira é especialista em Administração Hoteleira pelo Senac e sommelier profissional formada pela ABS-SP. Ela abordará a presença constante da pimenta na dieta nacional, que já estava na preferência dos antepassados indígenas, negros e portugueses.

Já Adriana Lucena é membro da Comissão Brasileira da Arca do Gosto, é especialista em pimentas. Seu trabalho está baseado na harmonização de pimentas, desenvolvendo geleias e molhos. Ela criará um prato baseado nesse condimento.

A programação acaba no dia 01 de dezembro, quinta, às 18h, com “Por Cima do Leite Não Há Fruta que Deleite”. Douglas Bello, que há 11 anos criou o Projeto Sítio do Bello, realiza bate-papo sobre as frutas preferidas pelos brasileiros.

Depois, Flávio Federico, conhecido pelo uso de técnicas de alta confeitaria na criação de doces com ingredientes brasileiros, conduz degustação de jenipapo, uvaia, cambuci, umbu, goiaba, araçá e buriti

O evento contará também com as atividades seguintes atividades:

Exposição:

Viagens de Câmara Cascudo – Um Cardápio do Brasil Assim como fez Câmara Cascudo, viajando à África, em 1963, para colher informações sobre a alimentação do Brasil, a ideia é propor ao público uma viagem imaginária, com fotos de locais e elementos que fizeram parte de suas pesquisas. Fachada da unidade e elevadores. De 14/10 a 30/12. Segunda a sexta, das 9h às 20h.

Ambientação: Pitadas de Sabores e Alimentos do Brasil Mostra fotográfica de pratos típicos da culinária nacional, com influências indígena, africana e portuguesa, além da diversidade de frutas, legumes, verduras e especiarias do solo brasileiro, destacando várias sensibilidades presentes na alimentação do Brasil. Restaurante 1 e Bar Café. Apoio do acervo fotográfico: Keystone. De 14/10 a 30/12. Segunda a sexta, das 9h às 20h.

Show:

Intervenções Musicais Músicas que remetem ao universo da cultura popular, mencionada na obra do pesquisador Câmara Cascudo em seu livro “História da Alimentação no Brasil”. Dias 14, 20 e 27/10 Sextas e quintas, às 18h30. Hall do restaurante 1.

http://blog.tribunadonorte.com.br/aoponto/grandes-chefs-brasileiros-discutem-camara-cascudo-e-celebram-a-%E2%80%9Chistoria-da-alimentacao-no-brasil%E2%80%9D/49549

Nenhum comentário:

Postar um comentário