quarta-feira, 28 de setembro de 2011

JOAQUIMTUR DIZ: MOSSORÓ - A capital cultural temporária!!! e vem aí FESTA DO BOI 2011!!!

A capital cultural temporária

Publicação: 28 de Setembro de 2011 às 00:00
tamanho do texto A+ A-
Tádzio França - repórter Uma movimentação cultural intensa está fazendo de Mossoró a "capital cultural" do estado, pelo menos até este fim de semana. A maior cidade do Oeste Potiguar vive um período de celebração especial desde o começo do mês, com a programação de sua Festa da Liberdade, que começou no dia 07 de setembro e se encerra no próximo dia 30. Aliado a isso, veio a transferência temporária (por uma semana) do Governo do Estado para a cidade, que ao lado da Secretaria Extraordinária de Cultura do RN e Fundação José Augusto, trouxeram programações extras. Entre lançamentos de livros, espetáculos teatrais e shows de grandes nomes da MPB, Mossoró quer mostrar que seu status cultural não é mero acaso de temporada.
fred veras/jornal de fatoAuto da Liberdade deixa a rua e passa a ser encenado no palco do Dix-huit RosadoAuto da Liberdade deixa a rua e passa a ser encenado no palco do Dix-huit Rosado
Atividades simultâneas marcam o ponto alto da programação promovida pela secretaria e fundação culturais do Estado em Mossoró. A galeria de arte do Memorial da Resistência recebe, a partir das 18h30, a exposição "Jóias da Pinacoteca", com obras de Abrahan Palatinik, Maria do Santíssimo, Moura Rabelo e Parreiras; a assinatura de um convênio entre município e estado para catalogar e digitalizar o acervo de Manuelito dos Santos, preciosidades que registram a cidade dos anos 30 aos 80; lançamento dos livros "O teatro brasileiro na visão de Meire Pires, Procópio Ferreira e Raul Cortez", organizado por Maria do Nascimento Bezerra, e "Repouso do Adonis - Bocas que murmuram", que traz duas peças teatrais de Paulo Jorge Dumaresq. Lançamento bastante aguardado na mesma noite é o da revista "Preá #24", cuja edição desenvolve o tema "Mar e Sertão". "Não há um foco específico em Mossoró, pensamos no sertão e no mar do Rio Grande do Norte como um todo, indo de Ponta Negra a Touros, passando pela Praia dos Artistas", explica o editor Mário Ivo Cavalcanti, coordenador de comunicação da Secultrn/FJA. Entre os diversos artigos e matérias da publicação, Mário Ivo destaca a tradicional entrevista mútua que contrapõe os temas da revista, no caso, Dorian Gray Caldas, falando de sua ligação com o mar, e Paulo Bezerra, considerado o herdeiro natural de Osvaldo Lamartine, representando as peculiaridades do sertão. O lançamento da 'Preá' fora do terreno natalense, é a chance de mostrar o alcance da revista em outros locais, como em Mossoró, cidade de reconhecido movimento cultural. "Acho que Mossoró demonstra uma regularidade em sua programação de cultura que às vezes falta a Natal. Há projetos de alcance nacional, como o 'Chuva de Balas'", diz. "A cidade tem bairrismo positivo", diz Marcelino Para João Marcelino, a produção cultural de Mossoró se impõe pela garra de seu meio artístico. "Nosso Estado, em geral, ainda deve muito em termos de políticas públicas para a arte. Porém, Mossoró se abre como um palco para o aprendizado e a ousadia cultural. E a cidade tomou gosto em ser assim", analisa. O teatrólogo sente que falta a Natal um ingrediente de Mossoró: o bairrismo. "Em Mossoró se briga mais para conquistar objetivos. Sinto que a capital se acomoda muito nesse sentido. Mas tudo acontece ao seu tempo. Não posse negar que hoje se produz culturalmente muito mais, em todo o estado". Outro destaque do mês especial de Mossoró é o "Cortejo da Liberdade", realizado na sexta, a partir das 19h, percorrendo a avenida Alberto Maranhão. Nasceu em 1922 como um desfile cívico-militar, e em 98 se tornou um cortejo cultural. Centenas de homens, mulheres e crianças se reúnem para relembrar os feitos históricos da cidade. Para 2011, será celebrado o pioneirismo na libertação dos escravos. A secretária extraordinária de cultura, Isaura Rosado, reafirma a capacidade de Mossoró se mostrar como uma referência na área cultural do Estado. "O meio artístico e a prefeitura dialogam muito bem na cidade, o que dá geralmente bons resultado", afirma. Foi nisso que a Secultrn/FJA pensou para se incorporar à Festa da Liberdade. "Trouxemos dois concertos, discutimos a recuperação do Teatro Lauro Monte, e lançamos exposições e livros. É uma integração com respeito para que todos possam ganhar", conclui. Auto da Liberdade sai da rua para o teatro A Festa da Liberdade entra na reta final de sua programação, com reconhecida aprovação da população. O espetáculo "Auto da Liberdade", dirigido por João Marcelino, encerra nesta quinta (29) as apresentações no Teatro Municipal Dix-Huit Rosado, às 20h30. A peça deixou o espaço aberto da Estação das Artes e se instalou no moderno ambiente fechado do teatro, com ótimos resultados, segundo Marcelino. "O público ganhou em conforto, e a montagem em agilidade, já que dispomos de toda a tecnologia para acertar", afirma. O diretor também destaca a vantagem de ter sido sua mais longa temporada com o espetáculo. "O ator tem mais espaço para se dedicar, atuar e aprender", ressalta. O "Auto da Liberdade" é um épico que Marcelino dirige há quatro anos, sempre com modificações a cada montagem. O espetáculo resgata quatro fatos marcantes da história da cidade: o motim das mulheres, a resistência ao bando de Lampião, o primeiro voto feminino na América Latina, e a libertação dos escravos. "A recepção do público foi surpreendente, ainda mais por não termos grande mídia. A plateira é colorida, de todas as idades, classes e procedências. Já recebemos uma família paulista em férias no RN que soube da peça por internet e veio comferir. Eles adoraram", conta. Vanessa da Mata e Nando Reis são atrações O lado mais festeiro da programação é realizado neste fim de semana, com os shows. É bem verdade, as opções são bastante ecléticas, contemplando vários gostos. Na Estação das Artes, o clima é de forrozão moderno, com as bandas Aviões do Forró (29), Calcinha Preta (30) e Brasas do Forró (01). O palco da Praça de Eventos tem direção mais MPBística e moderna, com as apresentações de Vanessa da Mata (29) e Nando Reis (30). Vanessa vai apresentar pela primeira vez na cidade o show "Bicicletas, bolos e outras alegrias", baseado em canções de seu CD homônimo lanaçado em 2010, o quinto de sua carreira. A apresentação reúne novidades como "Te amo" e "O tal casal", com os velhos sucessos "Ai, ai, ai", "Boa sorte", "Amado", "Não me deixe só", entre outros.
FESTA DO BOI 2011

O sertanejo de Zezé de Camargo e Luciano que inaugura este ano a Arena de Shows da Festa do Boi dia 8 de outubro, no parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim/RN. A noite de abertura terá ainda Forró Sacode, Amigos Sertanejos e Forró Salgado.

Serão quatro dias de festa com mais de 15 atrações nacionais e regionais. Entre as atrações, Garota Safada, Cavaleiros do Forró, Parangolé, Sirano e Sirino e Jammil. Veja a programação completa!

08.10

Zézé di Camargo e Luciano Forró Sacode Amigos Sertanejos Forró Salgado

11.10 Dorgival Dantas Waldonys Deixe de Brincadeira Sirano e Sirino

14.10 Garota Safada Jammil Grafith Forró de Luxo

15.10 Psirico Cavaleiros Parangolé Pegação

Nenhum comentário:

Postar um comentário