terça-feira, 24 de novembro de 2009

PÔR DO SOL NO POTENGI - IMPERDÍVEL!!!

Um dos mais belos pôr-do-sol do país, o do rio Potengi, todas as terças, quartas e quintas, um atrativo cultural e musical para a cidade, começando sempre às 17 horas, no Iate Clube de Natal. O projeto cultural e turístico do pôr-do-sol terá como atração a execução de músicas clássicas, que vai iniciar com o saxofonista Luís Dantas a bordo de uma canoa, a 20 metros do deck do iate, tocando “Trenzinho Caipira”, de Villa Lobos, e o Bolero de Ravel. Já às 18 horas, tem Ave Maria, e depois a música “Praieira”, de Otoniel Meneses, e “Royal Cinema”, de Tonheca Dantas. O projeto também batizado de “som no rio” é semelhante ao que acontece na praia fluvial do Jacaré, em Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa (PB), onde diariamente se apresenta Jurandir do Sax, que toca Bolero de Ravel e Ave Maria, de Godot. Na versão natalense, além de Luis Dantas no sax, haverá outros músicos convidados. Na estréia do projeto, os convidados são a violonista Mariana e o tenor José Fernandes. O projeto som no rio é uma iniciativa do produtor cultural William Collier em parceria com a fundação Hélio Galvão e o Iate Clube de Natal, numa homenagem ao rio Potengi, onde na sua foz surgiu a primeira fortificação da cidade, a Fortaleza dos Reis Magos, em 1597, e a partir das suas margens a população construiu o seu desenvolvimento. Chamado inicialmente de rio Grande, o nome Potengi significa em tupi “Rio de Camarões”. Berço da cidade, o rio Potengi nasce a 150 km de Natal, mas somente ao chegar na capital ele se torna largo e majestoso com a subida da maré, que transforma sua água escura para uma tonalidade verde esmeralda. Rio de Camarões no passado, hoje o Potengi está numa espécie de UTI devido ao descaso das autoridades em preservá-lo. Com a falta de saneamento básico na maior parte da cidade, o rio recebe os dejetos sem qualquer tratamento. Para conscientizar a população para a importância da preservação do rio, a Universidade Potiguar (UnP), em parceria com o Idema, realiza o projeto barco-escola, que promove passeios ecológicos para grupos, com duração média de 1h30min, percorrendo um trajeto entre a foz e a base naval da Marinha, com visita ao manguezal da margem norte. Este passeio do barco-escola Chama-maré acontece de segunda a sábado, no período da manhã e à tarde. Dependendo do número de interessados, o barco faz vários passeios durante o dia. O produtor cultural espera que o projeto “Pôr-do-sol no Potengi” possa ser incluindo no roteiro dos turistas que visitam Natal, que depois do passeio de buggy possam curtir a atração cultural num belo local, a marina do Iate Clube. “Haverá toda uma sincronia entre os raios do sol e a trilha sonora”, promete Collier. “A nossa proposta é realmente emocionar as pessoas.” O projeto turístico e cultural do rio Potengi está programado para acontecer todas as terças, quartas e quintas-feiras, a partir das 17 horas, com um espetáculo visual que inclui ainda projeções em telão e jogos de luz. A direção musical do projeto é do “mestre” Estevão, maestro e professor. Segundo Collier, o pôr-do-sol sonoro está aberto a participações especiais, devendo ter artistas nacionais que possam estar se apresentando na cidade. A idéia do produtor cultural é convidar os artistas conhecer o pôr-do-sol da cidade e dar uma canja ao público. O público que comparecer ao Iate Clube terá toda a infra-estrutura de bar do local, que tem um deck panorâmico com o visual do rio e da nova ponte Forte-Redinha.

* Entrada por pessoa R$ 10,00 , estudantes e maiores de 65 anos a metade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário