domingo, 29 de agosto de 2010

PARELHAS - Cidades do Meu RN

Parelhas é um município no Estado do Rio Grande do Norte (Brasil), localizado na região do Seridó. De acordo com o censo realizado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no ano 2000, sua população é de 19.319 habitantes. Área territorial de 523 km². História O topônimo deste município teve origem numa competição esportiva conhecida como "parelhas", muito comum na região em meados do Século XIX. Por ter suas várzeas planas e extensas a localidade conhecida como Boqueirão, às margens do Rio Seridó, tornou-se ponto de encontro tradicional de cavaleiros da época, que disputavam corridas montados em seus cavalos, sempre em duplas ou parelhas, numa espécie de jóquei rústico. O evento atraía habitantes de todas as redondezas e chegou a ser atração domingueira para as corridas, com direito a prêmio e festejos. O local passou a ser conhecido como "Boqueirão de Parelhas". Depois da passagem por aqui do bandeirante Domingos Jorge Velho, em 1688, a primeira ocupação do solo parelhense aconteceu em 1700, com o tenente Francisco Fernandes de Souza que requereu e ganhou uma sesmaria de 3 léguas quadradas, incluindo a localidade denominada Boqueirão. Depois, só em meados do Século XIX, já com um aglomerado de casas construídas às margens do Rio Seridó, é que se tem informação mais concreta do povoamento. Foi quando estabeleceu-se epidemia do cólera morbus, que praticamente matou ou pôs debandada a pequena população local. Poucas famílias sobreviveram a doença e entre estas estavam Cosme Luiz, Sebastião Gomes de Oliveira e Félix Gomes. Registros históricos A partir daí os registros históricos são seqüenciados, principalmente a partir de 1856, com a construção da capela de São Sebastião, em agradecimento a uma graça alcançada por Cosme Luiz e Sebastião Gomes (Sebastião "Chocalho") que, segundo a história, pediram o fim da epidemia no local e foram atendidos. Neste ano de 1856 ficou oficialmente convencionado a fundação da Vila de Parelhas. Dos marcos históricos da época apenas três não são conhecidos: a Igreja Matriz de São Sebastião, o Cemitério dos Coléricos do Boqueirão e outro do povoado Juazeiro. O do Boqueirão infelizmente desapareceu em 2003 quando a Prefeitura construiu sobre ele uma praça pública. Já no Juazeiro o cemitério memorial do coléricos ainda está preservado, com seus muros de pedra e argamassa como também a estrutura do oratório (capela) e que foi restaurado no final de 2005. Este cemitério secular foi construído por Virgínio Vaz de Carvalho, pai do patriarca Bernardino de Sena e Silva. Logo ao terminar a obra Virginio e seu filho Manoel Vaz contraíram o cólera, vindo a falecer, sendo ali mesmo sepultados. Depois de ganhar a categoria de município, em 1927, Parelhas teve importante participação na política do estado, com a Revolução de 1930 durante o governo do interventor Mario Câmara que, em 1933, nomeou para prefeito de Parelhas o comerciante e fazendeiro paraibano Ageu de Castro, líder da facção Liberal ou "pelabucho", que entrou em confronto armado com os militantes do Partido Popular, conhecidos no Rio Grande do Norte como "Perrepistas". Os Perrepistas eram liderados em Parelhas pelo fazendeiro Florêncio Luciano com o apoio de toda a elite de coronéis da região. As escaramuças partidárias culminaram com o famoso "tiroteio de 13 de agosto de 1934", durante um comício realizado na cidade pelos perrepistas. Este episódio foi noticiado na imprensa de quase todo o país. Os efeitos da expansão urbana desordenada e a falta de políticas públicas voltadas para a área de História e Cultura e ainda a influência da ditadura militar, a partir dos anos 1960, fizeram desaparecer praticamente todo o referencial histórico e cultural de Parelhas, entre monumentos e documentários, dificultando sobremaneira o resgate e aprofundamento do Memorial do município. Geografia Parelhas está assentada sobre o Planalto da Borborema.Na cidade passa o Rio Seridó. O centro histórico da cidade, a área central , está localizado no centro da cidade. A grande maioria dos 513,052 km ² da área terrestre de Parelhas é plana, além de algumas serras no canto sudoeste, com uma altitude média de 300 m. O ponto mais alto é de 500 m e está nas serras. A cidade possui muitos rios, canais, córregos e lagos e é conhecida por sua riqueza de recursos minericos. Sensibilização ecológica pública está a crescer, e a cidade está investindo em uma série de projetos de proteção ambiental.Poluição em Parelhas é baixo em comparação com outras cidades seridoenses, como Currais Novos, mas o rápido desenvolvimento nas últimas décadas, significa que ainda é alta em padrões mundiais, comparável a Caicó. Parelhas tem um clima Semi-árido BSh e com quatro estações distintas. No inverno, os ventos frios do norte podem causar temperaturas durante a noite a cair abaixo de 15°, embora a maioria dos anos, há apenas um ou dois dias de neve. O verão em Parelhas é muito quente e úmido, com chuvas ocasionais e trovoadas fracas. A cidade também é suscetível a trufões, nenhum dos quais nos últimos anos tem causado danos consideráveis. As estações mais agradáveis são a primavera, embora mutável, e outono, que é geralmente ensolarado e seco. Parelhas possui, em média, 1.878 horas de sol por ano, com a temperatura mais alta já registrada em 40°C, e a menor em 12°C. O número médio de dias chuvosos é de 112 por ano, e o mês mais chuvoso é junho. Turismo • Cicloturismo no Sítio Cidade de Pedras Passeio de bicicleta pela região do Sítio Cidade de Pedras, com suas inusitadas formações rochosas, conhecidas como serrotes. A paisagem é bastante diferenciada e convida o turista a exercitar sua imaginação. Além das formações, podem ser visitadas casas de moradores do lugar e observação de plantas e aves típicas da caatinga. • Oficina de artesanato em pedra-sabão Pequena oficina comunitária na qual um grupo de artesãos fabrica peças utilizando pedra-sabão trazida de cidades próximas. Produzem porta-retratos, pequenas esculturas, réplicas de instrumentos musicais em miniatura, porta-guardanapos, porta-lápis, dentre outros. O turista pode participar de uma pequena oficina de artesanato em pedra-sabão. • Apresentação cultural Apresentação de dança folclórica dos Espontões, pelos negros da comunidade de Boa Vista. O Grupo Folclórico dos Negros do Rosário é composto por 30 integrantes que mostram a sua cultura. A dança mistura a saudação à Nossa Senhora do Rosário, o conflito entre o Branco e o Negro e a confraternização entre eles. O grupo utiliza instrumentos de batuque como caixa, bumbo, tarol e pífano. • O genuíno forró Pé-de-Serra Sanfona, pandeiro, triângulo. Apresentações de forró Pé-de-Serra, principalmente na Fazenda Rajada. • O Sítio Arqueológico Mirador Durante a visita são abordados aspectos ligados a geografia e história do local. Off road (jeeps) na Serra do Boqueirão. A Cidade É um município que detém inúmeros recursos minerais, tendo destaque a produção de turmalina,água-marinha, granada, ametista, entre outras pedras semipreciosas. O Planalto da Borborema, um conjunto de serras - das Queimadas, da Coruja, da Areia, do Tibiri, da Maniçoba, das Gargantas, do José Elias e do Maribondo -, revela a beleza virgem do lugar e as diversas oportunidades de passeios: caminhadas, trilhas para jipeiros, cavalgadas e o que a sua imaginação pedir, até sentar-se, calmamente, para se deliciar com o mais belo pôr-do-sol. Imagem que purifica nossa mente e emociona de verdade. Mais da Cidade Com mais de 20 mil pessoas.Localizada na costa do seridó oriental, na foz do rio seridó, a cidade é administrada como um município Popular do RN com um estatuto do nível de uma província.Originalmente uma vila cuja economia era baseada na pesca e no setor têxtil,Parelhas cresceu de importância no século XXI devido à sua localização favorável e como uma das cidades abertas ao comércio exterior em 1990 pelas aparições em redes de TV,como a Globo e o SBT . A cidade floresceu como um centro de comércio entre o oriente e o ocidente do seridó e tornou-se um hub de negócios no ano de 2010. As reformas econômicas em 1990 resultaram em um intenso desenvolvimento da cidade e, em 2005, Parelhas começou a ser considerada Paris A cidade é um destino turístico famoso por seus marcos históricos, como as Serras , as pinturas rupestres, o moderno e em constante expansão centro de Parelhas, onde está localizada varias lojas, e por sua nova reputação como um centro cosmopolita da cultura e do design.Hoje, Parelhas é o maior centro comercial e financeiro do seridó oriental e tem sido descrita como o grande exemplo da pujança da economia do Seridó. Filhos ilustresAdônis Antônio, cantor e compositor, teve seu áuge no início dos anos 90 onde era chamado de "O príncipe do forró brega". Fez bastante sucesso com a música Convite de Casamento, de sua autoria, que mais tarde viria a ser tocada por bandas como Karametade, entre outras. • José Clementino de Azevedo Neto, mais conhecido como J. Neto é um cantor brasileiro de música gospel. • Luciana Souza é uma cantora brasileira de música gospel. • Luis Eduardo, futebolista do PFC Montana da Bulgária. • Sebastião Pereira do Nascimento, mais conhecido como: Didi Pereira, ex jogador de Corinthians, Portuguesa de Desportos e Esporte Clube Bahia, atualmente é futebolista do Paysandu Sport Club. • Ulisses Bezerra Potiguar, ex-político do RN, bastante reconhecido no Estado, era conhecido carinhosamente como "O médico dos pobres". • Wanderley Filho, jornalista e dono da empresa Seridó Comunicações onde tem uma TV via Internet a TV Seridó. • Clécio Virgílio, Agente de viagens e fotógrafo do site mais famoso da região http://www.tvserido.com.br/. * http://pt.wikipedia.org/wiki/Parelhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário