sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Vale-me meu SÃO CASCUDO!!!

São Cascudo Padroeiro da Tradição Primeiro os preparativos: acenda o fumo deixe a conversa tomar rumo a rede esticada, presa em duas palmeiras, e céu noturno cheio de estrelas. Ajude-me meu São Cascudo, Que tem coisas nesse mundo Que só existem nas memórias Do povo mágico das histórias Quero uma lição de Geografia Que um índio velho contaria para uma criança portuguesa se fartando com a sobremesa de pé de moleque e brigadeiro. São Cascudo, me diga o que é que vem de noite em um só pé, E como me livro dessa assombração, Meu Santo Padroeiro da Tradição. Agora vou me deitar na rede, pois eu sei que o Santo entende, Que amanhã é dia de festança vai ter música, aguardente e dança pro meu coração enamorado. Valei-me meu São Cascudo!!! Luís da Câmara Cascudo Natal/RN 30/12/1898 – 30/07/1986

Nenhum comentário:

Postar um comentário